Anomalias de desenvolvimento dos dentes: Fusão, Geminação, Concrescência e Dilaceração

As anomalias de desenvolvimento e do crescimento geram características que fogem ao padrão da normalidade, podendo ser parte de uma série de outras anomalias pertencentes a distúrbios endócrinos, síndromes ou ser simplesmente alterações isoladas.

A ocorrências destas anomalias pode gerar problemas em termos de função, estética ou ter comportamento inócuo.

FUSÃO DENTAL


É a denominação dada quando dois dentes se unem congenitamente pela coroa e raiz, sendo mais visto nos incisivos centrais e laterais. O maior problema é o fator estético presente, que é solucionado com os recursos atuais da estética dental.

GEMINAÇÃO

Anoimalia em função da divisão frustrada de um germe dental, originando duas coroas separadas total ou parcialmente com raíz única. É provável que seja de caráter hereditário, pois há relatos científicos de ocorrência em indivíduos da mesma família e em gerações seguintes.

 

CONCRESCÊNCIA

União de dois dentes pelo cemento radicular, fazendo com que o dente tenha duas coroas e uma raiz.

DILACERAÇÃO


Curvatura proeminente da coroa ou raiz dental, provavelmente o trauma durante a odontogênese seja o fator etiológico mais acentuado para sua ocorrência.

Ja falamos sobre outras anomalias de desenvolviemento como macroglossia e taurodontia.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Lurdes Jorge disse:

    Isto é muito util para a apresentação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *