Como montar seu consultório odontológico! (Parte 3)

Não leu a primeira e a segunda parte de “Como montar seus consultório odontológico”? Clique em parte 1 ou parte 2.

Neste terceiro post da trilogia “Como montar seu consultório…” vamos abordar sobre as documentações para legalizar o novo consultório, mostraremos alguns exemplos e daremos algumas dicas.

O que é preciso para legalizar seu novo consultório?

1) Ir à prefeitura de sua cidade para fazer o registro de autônomo, mediante pagamento de taxa, são necessários à apresentação do R.G, CPF, IPTU do local onde funcionará o consultório.

2) Fazer a inscrição no INSS, para ter o número que será utilizado para pagamento mensal;

3) Alvará de Funcionamento da Vigilância Sanitária Municipal;

4) Alvará de Funcionamento emitido pelo Corpo de Bombeiros;

5) Inscrição em uma empresa coletora de resíduos;

6) Laudo radiométrico, caso fizer uso de aparelho de Raios X.

Talvez o mais simples seja você entrar em contato com algum colega de profissão que tenha acabado de montar um consultório, ou então procurar um contador com experiência no assunto.

Alguns exemplos de consultórios odontológicos:

exemplo consultório dentário
Clique para ampliar
Clique para ampliar
Clique para ampliar

Algumas dicas importantes:

- Os fabricantes de equipamentos odontológicos costumam promover descontos de seus produtos em congressos. Mantenha-se informado.

- Equipamentos usados podem ser uma solução mais barata e eficiente.

- Dividir as despesas com outro colega pode ser uma boa alternativa para baratear os custos mensais do consultório.

- Decida qual será seu público alvo para então montar seu consultório. Não adianta adquirir equipamentos de última geração e montar seu local de trabalho em uma favela, por exemplo. Certo?

- Normalmente leva-se de três a cinco anos para se ter um bom fluxo no consultório. Portanto, tenha paciência. Tente iniciar com algum convênio odontológico. Eles pagam pouco, mas para iniciar sua carteira de pacientes, pode ser útil.


Talvez você se interesse por...

8 Responses

  1. Parabéns pela série Doc! Curto e objetivo!

  2. RENÉ DEL REY disse:

    muito boa as dicas. faltou uma das coisas principais. dicas sobre hidráulica , eletricidade e inclusive no concernente a instalação física do equipamento que a maioria de nós somos neófitos e as vezes temos que cair nas mãos de técnicos gananciosos e inescrupulosos.

  3. Vanessa disse:

    Parabénssssssssssssss……. Amei as dicas e elaboração das idéias, muito bom mesmo é excelente para quem é recem formado ou quem planeja estar nessa linda profissão…..

    Obs… quando puder da mais dicas de decoração!!!!!!!!!

  4. Alexander Müller disse:

    Obrigado Vanessa. Quem sabe sai mais uma sequência de “Como montar…” falando sobre decoração, instalação hidraulica, etc.

  5. Francileide disse:

    Adorei as dicas, vao me ajudar muito agora que decidi montar meu consultorio.
    Obrigada

  6. Lucas disse:

    Boa tarde! Otimo texto
    Só gostaria de apontar a palavra “inscrisão”, que se escreve com ç
    Mas legal o texto

  7. Frank Botega disse:

    Falha nossa já corrigido. Obrigado!

  1. 3 de março de 2011

    […] … leia a terceira parte da Trilogia “Como montar seu consultório odontológico!”. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>