Dentista falso anestesiava com vinho

Um dentista falso que atuava sem autorização e diploma foi preso em Nova York, nos Estados Unidos. O consultório funcionava na cozinha de sua residência. O detalhe mais impressionante é que o homem dava vinho aos pacientes como anestésico para diminuir as dores características dos tratamentos dentários.

O cara podia não ter diploma, mas tinha a manha da coisa. Talvez seja por dar vinho aos clientes que ele tenha demorado tanto para ser denunciado.

De acordo com o responsável pela operação que prendeu Carlos Flores, 68 anos, a polícia havia sido informada sobre o consultório ilegal por um ex-paciente de Flores, que sofria de dor de dente. Depois se ser atendido pelo falso dentista, o paciente precisou ser hospitalizado, já que o dente quebrou durante a tentativa de extração.

Conforme a polícia, os principais clientes de Flores eram imigrantes hispânicos de baixa renda. Segundo o G1, na cozinha do suspeito, foram encontradas uma cadeira de dentista, medicamentos e equipamentos odontológicos sujos de sangue – e claro, o “instrumento de anestesia”, um garrafão de vinho.

O suspeito alega ter formação de dentista e autorização para trabalhar em seu país natal, o Equador. Será que lá é costume anestesiar os pacientes com vinho?

fonte: clicRBS

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *