Diastema

O que é? Diastema

O diastema, na odontologia, é compreendido como o espaço entre os dentes ou a ausência de contato entre dois ou mais dentes, podendo ocorrer tanto nos superiores como nos inferiores. Normalmente o diastema é mais visível entre os centrais superiores.

diastema

O que causa o diastema?

Na maioria dos casos o diastema é hereditário. Outro fator é a perda dentária posterior que geralmente transfere a atividade mastigatória para os dentes anteriores, forçando os dentes a se abrirem. Outra causa muito comum de diastemas é a localização da inserção de freio labial. Sucção de dedos, tamanho aumentado da língua, postura anormal da língua, diferença de tamanho entre as bases ósseas e o tamanho dos dentes também podem causar o diastema.

Importante: Nos dentes decíduos (dentes de leite) é normal e desejável a presença de espaços generalizados entre eles (espaços primatas), porque o número de dentes é menor do que o que teremos na idade adulta. Temos também o que chamamos de  fase do “patinho feio” onde o espaço entre os dentes centrais superiores é normal e que tem início aproximadamente aos 8 anos e tende a desaparecer por volta dos 12 anos.

Tratamento

Algumas formas de tratamento para fechamento de diastemas:

– Aparelho Ortodôntico

– Restaurações com resina composta

– Facetas de resina ou porcelana

– Implantes

Atualmente o diastema entre os centrais superiores está chamando atenção no mundo da moda. Mas não se iluda: a presença de diastema na fase adulta é um sinal de problemas oclusais, altera a pronúncia de alguns fonemas, principalmente envolvendo a letra “S”, além de alterar o equilíbrio do sorriso e a harmonia da face. Por mais que o sorriso seja clareado, o fundo escuro deixado pelo espaço remete a um tom escuro para os dentes, envelhecendo o sorriso.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *