A escova de dentes ecologicamente correta

Ja escrevemos sobre diversos tipos de escovas de dentes (até de titânio) e aparelhos que ajudam a mantê-la limpinha mas essa é especial.

A escova ambiental foi desenvolvida por um dentista de Brisbane (Austrália). Feita do bambu (e o bambu?), a escova é 100% biodegradável não poluindo o meio ambiente. Como o bambu tem um crescimento rápido sua utilização não é considerada desmatamento. A embalagem do produto é bio-degradável.

Estão disponíveis escovas com cerdas macias para adultos e crianças e médias. As cerdas são feitas de um polímero resistente ao crescimento microbiano (você sabe em que estado está sa escova de dentes?) , garantindo segurança e durabilidade.

A justificativa para a fabricação desse produto é de que na Austrália são utilizadas e descartadas por ano 30 milhões de escovas de dentes. Cerca de 1000 toneladas de um produto que demora séculos para se decompor. No site do produto você pode adquirir um kit com 12 escovas por $36 dólares australianos + $12 de frete.

Seria interessante as empresas de escovas lançarem uma linha ecológica no Brasil. Não acham?

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Amigos do Sul, parabéns pelo novo Visual do Odontoblogia, ficou show.
    Existe no Brasil a ECO Reach da Johnson. Já usei achei bem +-. Ela é feita com a sobra de material das outras escovas.

    http://www.jnjbrasil.com.br/reach/

    Abraço e neste fim de semana exclusivamente todos somos Tigre.

  2. thifani disse:

    da prosima vez tenta colocar do que sao feitas as escovas de dente !!!!

  3. Alexander Müller disse:

    Thifani, qual parte você não entendeu quando escrevemos no segundo parágrafo do texto que as escovas são feitas de bambú? “Prosima” vez leia com mais atenção.

  4. Ramonecologia disse:

    Parabéns pelo site e pela boa notícia da escova ambiental. Aqui no Sul, venho substituindo também a pasta dental por raspas de juá, que se adquiri no mercado público. Então, tudo fica perfeitamente ecológico. Muito boa a notícia. Gratidão! Ramon Samaúma
    Biodesign – Artes Ecológicas

  1. 1 de fevereiro de 2011

    […] problema era criar um produto agradável ao público. Apesar de ser biodegradável, prática (pois você não precisa usar pasta de dente) quem compraria um galho no supermercado […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *