Cientistas utilizam a nanotecnologia para estudar os estágios da cárie dentária

Pesquisadores da Universidade de Basel na Suiça publicaram um artigo na revista NanoMedicine Journal mostrando como a cárie dentária ocorre em um nível nano. A nanomedicina é um dos ramos mais promissores na área da saúde na busca por tratamentos para várias doenças. Um nano é igual a 0,000000001 , ou seja, algo que está em uma escala atômica ou molecular.

A cárie dentária estudada em um nível nanomolecular

Os pesquisadores cortaram amostras de dentes de 0.2 a 0.5mm e utilizaram uma técnica de raio-x por dispersão , que normalmente é utilizada em sólidos e líquidos em escala nanométrica, para comparar a densidade do colágeno em pontos do dente saudável ou com cárie dentária.

Foi verificado que as bactérias dissolvem os componentes do esmalte e da dentina, mas a rede de colágeno da dentina permanece praticamente inalteradas em relação à sua abundância e orientação em estágios iniciais de cárie e em estágios mais avançados das lesões de cárie.

Portanto, segundo os pesquisadores, futuros tratamentos da cárie podem ser desenvolvidos para reverter o efeito dos ataques das bactérias por meio da remineralização adequado da dentina em um nível de nanomolecular.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *