Bruxismo Infantil

bruxismo infantil

Últimos dias nos defrontamos com algumas questões inerentes ao tratamento do bruxismo infantil ou, bruxismo excêntrico noturno em crianças. Então resolvemos postar aqui alguns esclarecimentos.

Clinicamente, o bruxismo infantil causa o desgaste da superfície dentária e desconfortos musculares e articulares. Além disso, devido às forças não axiais geradas nos dentes, o bruxismo excêntrico pode atuar como um coadjuvante na progressão da doença periodontal destrutiva em crianças1.

Pode também contribuir para o desenvolvimento de falsa classe III, acelerar a rizólise de dentes decíduos e provocar alterações na cronologia de erupção dos permanentes, bem como favorecer os apinhamentos dentais2. Segundo WIDMAN3 existe uma correlação significativa entre bruxismo, onicofagia, sucção do polegar e desordens temporomandibulares.

Em grande parte dos casos, o bruxismo infantil está relacionado com alguma alteração de rotina da criança. Os aspectos psicológicos tais como agressão reprimida, frustrações, problemas escolares, familiares ou com amigos são objetos de uma atenção particular, pois se observa um aumento considerável da tensão e pode estar relacionado a dificuldades psicológicas da criança em assimilar e exteriorizar o problema.bruxismo infantil

Em um informe publicado pelo Conselho Regional de Odontologia do Rio de Janeiro é citado que a homeopatia, em seus parágrafos §3; §7: §186; §252; §260; §261, defende a não supressão, pois se impedirmos o bruxismo infantil estaremos interferindo na correta troca dos dentes e no adequado desenvolvimento do sistema estomatognático. Lógico, a homeopatia leva em conta que esse bruxismo não seja patológico.

bruxismo infantilTratamento:

Um passo importante para tentar curar ou pelo menos diminuir o bruxismo é cortar a tensão psicológica. Isto pode ser feito através de esportes, ioga e exercícios de relaxamento. Um tratamento psicológico pode ser associado. Já distúrbios psiquiátricos, como depressão e ansiedade, devem ser aliviados e medicados se necessário. A psicoterapia identifica e trata as dificuldades emocionais associadas ao bruxismo.

E não esqueça: em muitos casos o bruxismo é uma condição normal e passageira no desenvolvimento da criança.


1. AHMAD, R. Bruxism in children. J Pedodont, v.10, p.105-125, 1986.

2. MACIEL, R. N. Oclusão e ATM: procedimentos clínicos. São Paulo: Santos, 1996. p.195-231.

3. WIDMALM, S. E. et al. Prevalence of signs and symptoms of craniomandibular disorders and orofacial parafunction in 4-6-year-old African-American and Caucasian children. J Oral Rehabil, v.22, p.87-93, 1995.

Comments

  1. By Vagner jose selestino da silva

  2. By Alexander Müller

  3. By cida

  4. By Fernanda Loiola

  5. By Alexander Müller

  6. By PRISCILA

  7. By viviane

  8. By Alexander Müller

  9. By fabiana

  10. By Alexander Müller

  11. By Patricia

  12. By Amanda

  13. By Alexander Müller

  14. By Amanda

  15. By Evelyn Lorena

  16. By Kátia

  17. By Adriana

  18. By betiane

  19. By tatiane de cerqueira lima

  20. By Talita

  21. By taiane

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>