Como montar seu consultorio odontologico! (Parte 1)

Para ajudar um pouco os dentistas que querem  montar seu consultório dentário e estão com dificuldades em alguns aspectos, principalmente no que se refere à ergonomia e à falta de espaço, o odontoBLOGia resolveu postar aqui algumas dicas que poderão ser importantes na hora de montar seu local de trabalho.

Como montar seu consultório dentário!

Montar um consultório odontológico não é tão simples quanto se imagina. É preciso, antes de tudo, planejar o empreendimento, pois seu consultório é uma empresa e deve ser administrada como tal.

Mas antes de iniciarmos, queremos deixar bem claro que, para montar um consultório dentário básico, você terá que desembolsar pelo menos R$ 20 mil.

Ótimo, você tem este valor, então continue lendo!

Primeira parte da Trilogia:  “Como montar seu consultório odontológico!”

Onde montar o consultório!

Faça um levantamento socioeconômico da sua cidade. Normalmente, para bairros mais populares, ser generalista será o suficiente, enquanto que em áreas onde o poder aquisitivo é maior e as pessoas possuem um grau elevado de conscientização, uma especialidade talvez seja necessária. Mas isso não é uma regra. Use o bom senso.

Outro fator importante: escolher entre uma sala térrea e uma sala em prédio comercial. Normalmente o aluguel de uma sala térrea é mais cara, mas possibilita uma melhor visualização de seu consultório. Você poupa em marketing inicial, mas terá que se virar com espertinhos que querem apenas tirar uma dúvida e mostrar seu dente em pé na sala de espera.

Como montar seu consultório dentário

Em uma sala de um prédio comercial, você terá que ter um “fornecedor de pacientes”, seja através de propaganda no jornal, rádio, tv ou pelo encaminhamento de colegas e planos odontológicos.

O espaço da sala

Lembre-se: leve uma trena quando for visitar os possíveis locais de trabalho. O espaço destinado à sala de atendimento (consultório) deverá ter no mínimo 10m² e a sala de espera 6m².

Equipamentos básicos para o consultório

 

Não esqueça que isso é apenas o básico do consultório, você ainda vai gastar em móveis e outras pequeninas coisas que aumentam significativamente o custo total (sofá, escrivaninha, objetos de decoração, pias, torneiras, encanamento, etc).

Parte física: montando o consultório

… leia a segunda parte da Trilogia“Como montar seu consultório odontológico!”.


LEIA O QUE NOSSOS COLEGAS BLOGUEIROS TEM A DIZER:

Comments

  1. By cid costa almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>