Pesquisadores perto de um tratamento definitivo para as gengivas de fumantes


Cientistas nos E.U.A. acreditam ter descoberto por que fumantes podem ser mais propensos a doença gengival crônica (periodontite). Uma das bactérias responsáveis por esta infecção responde à fumaça do cigarro – altera as suas propriedades e a forma como ela infecta uma boca de fumante.

O estudo publicado recentemente na Society for Applied Microbiology journal Environmental Microbiology, mostraram que a bactéria Porphyromonas gingivalis se adapta e muda o seu DNA e a membrana proteica em resposta à fumaça de cigarro.

Vários genes de P. gingivalis associados com a sua virulência (infecciosidade), desintoxicação, estresse oxidativo e mecanismos de reparação do DNA são alteradas pela exposição à fumaça de cigarro. Como resultado, a expressão de uma série de proteínas na membrana celular é alterado.

Isso afeta importantes características das células bacterianas e a forma como o sistema imunitário reconhece este patógeno.

Isto poderia explicar por que os fumantes são mais resistentes ao tratamento da periodontite e são mais suscetíveis a doenças bucais causadas pela infecção por P. gingivalis.

Encontrar um tratamento eficaz para fumantes infectados com P. gingivalis vai ser mais fácil agora que estas alterações nas “propriedades” da bactéria foram identificados.


Pesquisador da Universidade de Louisville, Dr. David Scott disse: “Há muito se sabe que os fumantes estão mais suscetíveis à periodontite do que os não-fumantes. Contudo, as razões pelas quais, não são tão claras. Nosso estudo mostra, pela primeira vez, que os componentes na fumaça do cigarro alteram características essenciais de um importante patógeno bacteriano que, posteriormente, muda a forma como o nosso sistema imunitário reage a ela. Pode acontecer que tenhamos que desenvolver planos de tratamento alternativo para fumantes e não fumantes “.

fonte: Wiley-Blackwell. “Closer To An Effective Treatment For Gum Disease In Smokers.” Science Daily 11 May 2009. 11 May 2009 /releases/2009/05/090511101650.htm>.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *