PROJETO DO PISO SALARIAL AVANÇA

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou, por unanimidade, o projeto de lei que aumenta para R$ 7 mil o salário-mínimo dos médicos e cirurgiões-dentistas. Segundo o deputado Mauro Nazif (PSB-RO),relator da proposição, desde 1961 nenhuma outra proposta sobre o salário da categoria tinha sido feita.

Durante a discussão do projeto na reunião, o deputado Armando Abílio (PTB-PB) disse que há necessidade de um salário maior para o médico. “Ele também tem família, ele também adoece. Alguns, mesmo depois de aposentados, continuam trabalhando para sustentar sua família”. Outros deputados também comentaram a proposta:

Deputado Jorginho Maluly (DEM-SP)

“O exercício da medicina é uma missão. Às vezes brinca-se de medicina e de médico. Este debate é muito importante, mas precisamos, em seguida, entrar na questão dos residentes, que são explorados pelos hospitais e ganham uma ‘mixaria’.

Deputada Gorete Pereira (PR-CE)

“O projeto original propõe que o reajuste anual seja feito com base no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) . Proponho que seja o INPC ou outro índice que venha a substitui-lo”.

O relator, deputado Mauro Nazif, acatou a proposta.

Deputado Fernando Nascimento (PT-PE) “Aqueles que cuidam da qualidade de vida da população também merecem reconhecimento”.

Deputada Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) “Os demais profissionais da área da saúde lutam por um reconhecimento profissional e querem ter todas as suas atribuições perfeitamente regulamentadas pela lei. O sistema público de saúde não vai bem porque não estabelecemos uma carreira plena para estes profissionais”.

A proposta agora segue para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e precisa ser aprovada em Plenário.

via: CFO.com.br

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *