Aparelho transparente fixo: Tire suas dúvidas

Aparelho transparente fixo: O que é afinal?

Com o avanço das tecnologias na área da ortodontia, o uso de aparelho transparente é uma alternativa para os pacientes que querem fugir do “sorriso metálico”. O tratamento convencional com bráquetes e fios metálicos acaba muitas vezes desencorajando os pacientes. Com a tecnologia do “aparelho invisível” é possível conseguir um alinhamento dos dentes muito satisfatório.

Quais as diferenças para o tratamento convencional com aparelhos metálicos?

A principal diferença é na estética. Para outra pessoa notar que o paciente utiliza um aparelho desse tipo tem que ser vista bem de perto. Ambos os tratamentos convencional e estético trarão os mesmos benefícios e resultados no final. Normalmente estes bráquetes tem os cantos mais arredondados, ou seja, menores as chances de cortes e desconforto labial.

O fio metálico também pode ser substituídos por fio na cor branca. Os fios metálicos ainda apresentam melhores resultados na movimentação.

aparelho transparente

Exemplo de aparelho estético (cerâmico)

Quais as indicações?

A utilização é principalmente para apinhamentos, diastemas, mordida aberta, mordida cruzada e profunda. O planejamento do ortodontista é que irá definir a melhor forma de tratamento. Somente o profissional poderá definir qual o melhor tipo de aparelho para seu caso.

De que tipos são os bráquetes dos aparelhos ortodônticos?

Os braquetes ortodônticos podem ser dos seguintes tipos e materiais, por exemplo:

  • Base em resina (policarbonato): Dentre os estéticos é o que apresenta o menor custo. Apesar de ter uma cor leitosa pode sofrer manchamentos. Se o paciente tem por hábito a ingestão constante de bebidas e alimentos com corantes talvez essa não seja a melhor alternativa. São também menos resistentes.
  • Cerâmicos: Não sofrem alteração de cor e são mais resistentes que os feitos em resina. É importante lembrar que a borrachinha pode sofrer alteração de cor. Tem custo mais elevado.
  • Cristais de Safira: São os mais utilizados atualmente. Apresentam ótima resistência (quebras) e adaptação. Não sofrem desse modo ação dos pigmentos (a borrachinha pode manchar!). Além disso o sorriso fica com um aspecto muito natural fazendo jus ao nome “transparente”. Enfim, é a opção com maior custo.

Quais os cuidados devo ter?

Os mesmos cuidados como no tratamento ortodôntico convencional. Dessa forma, uma boa higiene bucal (nesse post explicamos como escovar os dentes com aparelho fixo) e manutenções mensais garantirão ótimos resultados. As dores leves, comuns logo após a colocação, também são idênticas.

Vídeo de como são colocados os aparelhos estéticos ou aparelho transparente:

Principais dúvidas:

  • Existem diversos modelos e tipos de bráquetes. Converse com seu ortodontista de confiança e escolha o que lhe agrada e que tenha amparo científico;
  • Dependendo do material que o bráquete é feito ele pode ser sim um pouco mais frágil;
  • Dependendo do seu caso a utilização de bandas metálicas não será necessária;
  • Existem fios brancos que podem ser utilizados conforme a técnica adotada pelo ortodontista;
  • O tempo do tratamento não é maior com esses tipos de aparelhos. Se optar pela técnica autoligável a tendencia é de um tratamento mais rápido;
  • O tipo de bráquete escolhido para o aparelho transparente vai influenciar em uma tendência ao amarelamento. Aparelhos com base em policarbonato tem mais chances de amarelamento que os cerâmicos;
  • Os bráquetes cerâmicos são mais caros devido a suas propriedades mas o resultado final é o mesmo dos demais;

Não abandone o tratamento!

As consultas de manutenção servem para que o ortodontista acompanhe o seu caso e faça ajustes necessários. É lógico que imprevistos acontecem e muitas vezes obrigam a paralisação do tratamento. Por isso, é importante sempre manter um diálogo franco com seu dentistas e relatar qualquer problema que impossibilite a continuidade do tratamento.

É comum recebermos em consultório pacientes que simplesmente abandonam o tratamento e ficam meses ou até anos sem a manutenção adequada. O saldo é péssimo. Normalmente encontramos cáries ao redor dos bráquetes, dentes com problemas periodontais etc.. Em muitos casos o dano estético é irreversível levando a necessidade de extração do dente.

Dessa forma, pense bem antes de iniciar o tratamento. A responsabilidade é tanto do profissional quanto do paciente.

Nenhum Comentário

Faça sua pergunta