Cárie no dente com tratamento de canal pode ocorrer?

Cárie no dente com tratamento de canal pode ocorrer, sim!

Cárie no dente com tratamento de canal pode ocorrer. Muitas pessoas imaginam que após realizarem o tratamento de canal o dente está livre da cárie pois não sentem mais dor. Após o tratamento endodôntico a polpa não existe mais. Consequentemente as terminações nervosas que antes eram responsáveis pela sensibilidade no dente também.

O nervo é removido completamente (e certa quantidade de esmalte e dentina também devido ao acesso aos canais). O esmalte, dentina e cemento que formam o dente continuam sofrendo a ação da bactéria responsável pelo surgimento da cárie.

É importante ter em mente que agora seu cuidado com a higiene bucal e com as visitas ao dentista são ainda mais importantes.

Sem dor e sem cuidados você poderá descobrir a cárie em um estado muito avançado e muitas vezes sendo difícil apenas fazer uma restauração em resina, por exemplo. É bom lembrar que o dente endodonticamente tratado acaba ficando desidratado

Cárie no dente com tratamento de canal

Cárie no dente com tratamento de canal

Se a cárie ocorrer, tem solução?

Como mencionamos anteriormente as visitas ao dentista e cuidados com a escovação não devem ser negligenciados. Se descobertos em estágios iniciais a cárie pode ser revertida com tratamentos a base de fluoretos ou com simples restaurações de resina. A anestesia talvez nem seja necessária (se for utilizado isolamento absoluto em alguns casos a anestesia acaba sendo necessária).

Portanto em casos onde a destruição for maior outros tratamentos poderão ser sugeridos. Próteses fixas ou em casos extremos a extração dentária podem também ser necessários.

É comum o dentista ouvir relatos de pacientes que desanimam em fazer o tratamento de canal pois o dente sempre “quebra ou volta a doer”. Não é bem assim. Em caso de dúvidas procure um dentista de sua confiança.

Leia também os artigos que escrevemos sobre estes temas clicando aqui e aqui.

Um Comentário

  1. Kelly 06/08/2018

Faça sua pergunta

error: ODONTOBLOGIA - 2008 - 2018