Clareamento dental e prótese dentária: Dúvidas

Clareamento dental e prótese dentária: Dúvida

Clareamento dental e prótese dentária: como realizar estas duas alternativas estéticas e obter bons resultados?

Todos buscamos sempre um sorriso mais branco e harmonioso. O dentista após o exame clínico e radiográfico procura planejar da melhor forma possível cada caso e identificando as prioridades. Quando a saúde gengival e os dentes estão em boas condições podemos começar a definir o melhor tratamento estético.

Qual o primeiro passo?

O ideal é começar pelo clareamento dos dentes naturais. É importante saber que qualquer tipo de prótese não vai sofrer a ação do gel de clareamento dental. Próteses totais (dentadura), pontes fixas, próteses removíveis ou próteses sobre implantes tem sua cor definida no momento da confecção das mesmas.

Elas podem sofrer algum tipo de manchamento natural pela ação da placa bacteriana e corantes dos alimentos. Estas manchas podem ser removidas com a profilaxia (limpeza dos dentes) realizada em consultório odontológico com jato de bicarbonato e pastas.

Após a ação dos géis em casa (clareamento caseiro) ou no consultório chega-se a tonalidade de cor desejada. As próteses ou restaurações que serão feitas em seguida deverão “imitar” a cor obtida pós clareamento.

Clareamento dental e prótese dentária

Posso clarear minha prótese?

Próteses não clareiam mas não estou satisfeito com a cor…

Caso o paciente possua várias próteses cerâmicas ou uma prótese total e não está satisfeito deverá trocá-las. A fase da escolha de cor das próteses é fundamental para que no futuro o paciente não acabe se arrependendo. Cuidados com a higiene oral e visitas ao dentista para a manutenção periódica também garantem a durabilidade das mesmas. Más condições de higiene podem levar a perda de implantes, infiltrações em coroas de próteses fixas, cáries, perda do dente entre outras.

Portanto, clareamento dental e prótese dentária quando utilizados de forma conjunta podem sim trazer benefícios estéticos inestimáveis ao paciente. Procure orientações de um profissional especializado pois a evolução dos materiais e técnicas na odontologia são constantes.

Faça sua pergunta

error: ODONTOBLOGIA - 2008 - 2018