Clareamento dental em dente com tratamento de canal: Quando e como?

Clareamento dental em dente com Tratamento de canal

Muito pacientes relatam em consultas com o dentista sua preocupação ao realizar um tratamento de canal. Além do medo de sentir dor, a preocupação com a fragilidade do dente e escurecimento após o tratamento de canal são os principais relatos. As técnicas e substâncias evoluíram muito e realizar um clareamento dental em dente com tratamento de canal com segurança é possível.

Seguindo critérios de avaliação feitos pelo profissional, bons resultados de clareamento em dentes escurecidos ou acinzentados podem ser obtidos. É importante saber que quanto mais rápido o tratamento for realizado melhores são os resultados. Dessa forma, o risco de o dente voltar a escurecer são reduzidos.

Os motivos para o dente escurecer após o tratamento de canal

Como mencionamos anteriormente, as técnicas para a realização de tratamento de canal evoluíram muito. Atualmente com uso de aparelhos rotatórios e até microscópios os dentistas conseguem maior precisão e remoção de todos os detritos do canal.

Os motivos que acabam deixando um dente mais escurecido ou acinzentado após o tratamento de canal são:

  • Remoção inadequada de sangue (hemácias = ferro) e detritos do canal radicular;
  • Resíduos de produtos químicos utilizados na desinfecção do canal;

Como os tecidos das paredes dos canais são “porosos” facilitam a absorção destas substâncias.

Quais os tipos de clareamento podem ser realizados nesses casos afinal?

Primeiramente o dentista irá realizar um minucioso exame clinico e radiográfico do paciente. É preciso se certificar de que o dente escurecido é realmente um dente com canal tratado. Existem restaurações de amálgama, traumatismos (hemorragia interna) e até reabsorções radiculares externas que também causam escurecimento dos dentes.

Os tipos de clareamento que podem ser realizados em dentes com canal tratado são:


  • Clareamento interno:
  • Associação do clareamento interno + clareamento externo:

Quando não é indicado o clareamento interno?

Normalmente um dente que foi submetido ao tratamento de canal foi atingido por cárie e tem alguma restauração. Se a restauração for muito ampla não está indicado o clareamento interno. A restauração deverá ser substituída após o clareamento e dessa forma o dente fica ainda mais fragilizado.

Vamos citar então os casos em que não está indicado o clareamento dental em dente com tratamento de canal:

  • Dentes com restaurações amplas;
  • Dentes fraturados;
  • Dentes com trincas;
  • Dentes afetados pela fluorose ou tetraciclina (antibiótico);

Se não for possível a realização do clareamento, existem outras alternativas. As facetas em resina composta ou facetas cerâmicas associadas com clareamento dos dentes vizinhos podem dar excelentes resultados.

Existem alguns riscos de realizar clareamento dental em dente com tratamento de canal?

Riscos ou problemas durante ou após a realização do tratamento são raros. Na literatura científica, encontramos relatos de casos de leves queimaduras químicas ou irritação na gengiva. Trabalhos relatam então que os dentes podem ficar mais frágeis e com possibilidade de sofrer reabsorção radicular.

Procure então seu dentista de confiança. Apenas com um exame detalhado será possível enfim, definir qual o melhor tratamento para o seu caso.

Faça sua pergunta

error: ODONTOBLOGIA - 2008 - 2018