Dentina: O que é e qual a sua função para o dente?

O que é dentina?

A dentina é um material heterogêneo composto por 30% de colágeno, 45% de hidroxiapatita e 25% de água em volume. O colágeno na forma de fibras funciona como uma matriz que engloba os cristais de hidróxiapatita.

Dentina

Figura esquemática das partes internas do dente

Quais suas características?

Morfologicamente caracteriza-se por numerosos túbulos e canalículos que a atravessam em toda sua espessura, característica esta que lhe confere permeabilidade e elasticidade. Estas são propriedades importantes para suportar o esmalte friável, durante as suas funções.

Os túbulos dentinários percorrem a dentina desde a polpa até a junção com o esmalte, com numerosas ramificações ao longo de sua extensão, chamados de canalículos dentinários.


Imagem de MEV dos Túbulos Dentinários (dentina)

Imagem de MEV dos Túbulos Dentinários

Essa importante estrutura varia bastante de uma pessoa para outra. Em um mesmo paciente em função da região, da profundidade e de ser ou não esclerosada. As paredes dos túbulos são mais mineralizadas, praticamente sem fibras colágenas e denominada “Dentina Peritubular“. O restante é chamada “intertubular”, menos  mineralizada e rica em fibras colágenas.

Assim, o diâmetro dos túbulos dentinários é maior próximo à polpa. As proporções de dentina peri e intertubular variam dependendo da sua profundidade. Em função destas duas variáveis, a área ocupada pelos túbulos no limite amelodentinário é de 1% e próximo à polpa é de 22%.

Faça sua pergunta

error: ODONTOBLOGIA - 2008 - 2018