Conheça os diferentes tipos de gesso odontológico

Gesso Odontológico e seus tipos

O gesso odontológico é um material de fundamental importância para a odontologia. Na graduação, o primeiro  contato do dentista com esse material é estudando suas características e propriedades na disciplina de materiais dentários. Em seguida em praticamente todas as disciplinas utilizam-se desse material para auxiliar no diagnóstico, planejamento e tratamento dos pacientes.

Modelos de gesso são importantes para o planejamento de qualquer caso

Modelos de gesso são importantes para o planejamento de qualquer caso

A gipsita:

A gipsita (gesso) é um mineral encontrado em várias partes do mundo. É também obtida como subproduto de alguns processos químicos. Quimicamente, este mineral, usado para fins odontológicos, é basicamente um sulfato de cálcio diidratado (CaSO4 – 2H2O).

Quais os tipos?

Os produtos da gipsita são usados na odontologia no preparo de modelos de estudo das estruturas oral e maxilofacial. São utilizados também como um importante auxílio nos procedimentos de laboratório que envolvem a confecção de próteses dentárias. Vários tipos de gesso são usados para produzir moldes e modelos a partir dos quais próteses e restaurações são feitas.

  • Gesso para Moldagem (Tipo I): Estes materiais para moldagem são compostos de gesso Paris, ao qual foram adicionados modificadores para regular o tempo de presa e a expansão de presa.
  • Gesso para Modelo (Tipo II): Usado principalmente para preencher a mufla na construção de uma dentadura, quando a expansão de presa não é crítica e a resistência é adequada.
Gesso odontológico Tipo II

Gesso Tipo II



  • Gesso-Pedra (Tipo III): Indicado para a construção de modelos, na confecção de próteses totais que se ajustam aos tecidos moles. Apresentam uma resistência adequada para este propósito. Dessa forma é fácil remover a prótese após sua conclusão.
  • Gesso-Pedra de Alta Resistência (Tipo IV): Os principais requisitos de um troquel são resistência, dureza e um mínimo de expansão de presa. A dureza deste gesso aumenta mais rapidamente que a resistência à compressão, uma vez que a secagem da superfície é mais rápida. Esta é uma vantagem pois a superfície resiste mais a abrasão enquanto o corpo do troquel é menos sujeito a uma fratura acidental.
  • Gesso-Pedra, Alta Resistência, Alta Expansão (Tipo V): Tem uma resistência à compressão superior à do gesso tipo IV. Este aumento por exemplo é conseguido pela diminuição da relação água:pó. Então a razão para aumento da expansão de presa é que certas ligas novas, com a base de metal, apresentam uma grande contração de solidificação. Bem diferente das ligas de metais nobres.

Referências:

ANUSAVICE, K.J. Materiais Dentários, 11a edição, 2005.

E você, que tipo de gesso você mais usa afinal? E qual a marca você tem obtido bons resultados por exemplo? Deixe então sua opinião nos comentários!!

21 Comentários

  1. Odair 21 de agosto de 2010
  2. thais santos 19 de Janeiro de 2011
  3. Frank Botega 19 de Janeiro de 2011
  4. MARIA HELENA ATROCH 25 de agosto de 2011
  5. Selma 6 de novembro de 2011
  6. Frank Botega 6 de novembro de 2011
  7. marcia machareth 3 de Abril de 2012
  8. rozinete 27 de Abril de 2012
  9. junior fernando 30 de Abril de 2012
  10. Eliezer Magliano 24 de Janeiro de 2013
  11. marcos 22 de Maio de 2014
  12. Frank Botega 31 de Maio de 2014
  13. celia flor 30 de junho de 2014
  14. Ines 25 de agosto de 2014
  15. Marcelo 17 de setembro de 2014
  16. Maria isabel sinilei 18 de setembro de 2014
  17. Artur Rabelo 27 de novembro de 2014
  18. Erica Fernanda 11 de dezembro de 2014
  19. gilsionei nuness 7 de Março de 2015
  20. Cinthia 8 de Abril de 2016
  21. LEANDRO DO ESPIRITO SANTO FREITAS 2 de setembro de 2016

Faça sua pergunta