Fibroma na boca? Saiba o que é e o melhor tratamento

O que é Fibroma?

O fibroma normalmente se desenvolve a partir de uma reação hiperplásica tecidual. Estímulos traumáticos acabam por desencadear uma reação inflamatória do tecido conjuntivo. É considerado um tumor benigno. Também pode ser denominada como fibroma de irritação, traumático, hiperplasia fibrosa focal ou nódulo fibroso.

Pacientes chegam ao consultório reclamando de uma “bolinha” ou “carninha” na boca

Quais as características?

Pacientes que apresentam o fibroma raramente relatam alguma dor. Assim, seu formato normalmente é arredondado com base séssil ou pediculada. A sua superfície é lisa mas pacientes que mordem a “bolinha” ou “carninha” (como pacientes popularmente denominam a lesão) acabam a deixando ulcerada ou hiperceratótica.

Raramente o seu tamanho é maior que 2 cm de diâmetro. Costuma ser mais comum sua manifestação em mulheres.

Em que locais da boca pode aparecer?

Pode aparecer nos tecidos gengivais, mucosa jugal (bochechas), lábios e porções do dorso e ventre da língua. Todas estas áreas são suscetíveis a traumas oclusais e mastigatórios.


É muito importante que qualquer alteração encontrada nos tecidos bucais seja comunicada ao dentista. Os fibromas podem ser confundidos com outras patologias benignas ou não.

Qual o tratamento?

O tratamento é a remoção cirúrgica do fibroma com bisturí bem como o exame anatomopatológico (biópsia). A maioria dos casos é de fácil resolução. A anestesia é infiltrativa ao redor da lesão até sua completa isquemia. Tanto o corpo como a base devem ser removidos.

A eletrocirurgia também pode dessa forma ser aplicada nesses casos. As vantagens são a remoção da lesão (corte) e efeito da coagulação controlando assim o sangramento. Em ambos os casos (cirurgia com bisturi ou eletrocirurgia) a recuperação é tranquila bastando seguir os protocolos de cuidados e medicação indicados pelo dentista.

É muito raro que o fibroma volte a aparecer no mesmo local onde foi feita a remoção cirúrgica. Dessa forma, em caso de dúvidas procure seu dentista de confiança para maiores esclarecimentos.

Nenhum Comentário

Faça sua pergunta

error: ODONTOBLOGIA - 2008 - 2018