Granuloma Piogênico: causas, sintomas e tratamento

Granuloma Piogênico

O granuloma piogênico é uma lesão bucal de natureza não neoplásica e benigna (não é tumor benigno ou maligno). É considerada uma lesão reacional e multifatorial. Agressões repetitivas ou irritações na mucosa são as possíveis causadoras do seu surgimento (restaurações com excessos, próteses mal adaptadas, tártaro…).

Pode acometer mulheres grávidas (algo em torno de 5%) no primeiro trimestre da gravidez e passa a denominar-se granuloma gravídico. Nelas, o crescimento pode ser rápido e relacionado com o aumento dos níveis de estrógeno e progesterona.

Assim o nome granuloma se dá devido a uma resposta às agressões formando um tecido granuloso em excesso. Indivíduos de ambos os sexos podem ser acometidos e alterações hormonais podem estar associadas (como mencionamos anteriormente nos casos de gestantes).

É importante informar que pode ocorrer em outros locais do corpo também (rosto, unha encravada…) mas neste artigo abordaremos apenas sua manifestação na cavidade oral.

Qual o aspecto clínico?

Granuloma Piogênico

Aspecto Clínico em gengiva



Apresenta-se como uma massa plana ou lobulada, geralmente pediculada, de superfície ulcerada e coloração que varia do rosa a vermelho ou arroxeado. O tamanho é variado, indolor e sangrante ao toque pois é muito vascularizado.

Em que locais da boca pode ocorrer?

O granuloma piogênico ocorre em 70% dos casos em gengiva sendo mais comum na gengiva da maxila. Uma frequência menor é encontrada em língua, lábios, mucosa da bochecha bem como no palato duro (céu da boca).¹

Qual o tratamento?

O tratamento do granuloma piogênico depende da severidade dos sintomas. A lesão sendo pequena, indolor e livre de hemorragia apenas acompanhar sua regressão natural.

Tanto em pacientes gestantes como não gestantes se recomenda a manutenção da higiene oral e acompanhamento clinico mensal. Portanto caso a lesão apresente hemorragia espontânea, presença de dor dificultando a correta higienização bucal do paciente a cirurgia de remoção é indicada.

Faça sua pergunta

error: ODONTOBLOGIA - 2008 - 2018