Papiloma Escamoso: Tire suas dúvidas

Papiloma Escamoso: Tire suas dúvidas

O papiloma escamoso é uma proliferação benigna do epitélio escamoso estratificado. Esta proliferação resulta em um aumento de volume papilar ou verruciforme. Acredita-se que essa lesão seja induzida pelo papilomavírus humano (HPV).

O exato meio de transmissão é desconhecido. Tem sido sugerida a transmissão interpessoal por contato sexual, não-sexual, por objetos contaminados, saliva e pelo leite materno.

Ao contrário de outras lesões induzidas pelo HPV, os vírus nos papilomas escamosos parecem possuir virulência e taxa de infectividade extremamente baixas. O período de incubação ou latência pode ser de 3 a 12 meses.

O papiloma escamoso oral acomete 1 em cada 250 adultos e constitui aproximadamente 3% de todas as lesões orais submetidas à biópsia. Os pesquisadores tem estimado também que essa lesão representa de 7 a 8% de todos os aumentos de volumes ou lesões orais em crianças.

Será que eu tenho papiloma escamoso então?

Tanto homens quanto mulheres podem ter a lesão em igual frequência. Ela é mais comumente diagnosticada em pessoas com idade entre 30 e 50 anos mas pode surgir em qualquer idade.

Os locais onde se manisfesta em maior evidência na cavidade oral são: língua, lábios e palato mole. No palato mole, a lesão representa o aumento de volume mais comum que afeta assim essa região. Dessa forma não estão descartadas as possibilidades de surgirem em outros locais da boca.

Como é o papiloma escamoso?

Papiloma Escamoso

Aspecto da Lesão em lateral de língua [via]



Se manifesta como um nódulo macio, indolor, geralmente pediculado com aparência de verruga. A coloração pode ser branca, levemente avermelhada ou até com a coloração da mucosa normal por exemplo.

O tamanho máximo é de 0,5cm, cresce rapidamente e de forma unitária. Raramente tem um tamanho superior a este. Por isso pode ser confundido com lesões como verruga vulgar, condiloma acuminado, xantoma verruciforme ou hiperplasia epitelial multifocal.

Qual o tratamento?

O tratamento mais adequado para o papiloma escamoso é a remoção cirúrgica conservadora até a base da lesão. Surgimento de novas lesões (recidiva) é improvável.

Portanto em caso de dúvidas quanto a qualquer alteração em sua cavidade bucal procure seu dentista de confiança. Por isso somente profissionais capacitados podem examinar adequadamente e mostrar as melhores formas de tratamento.

Assim, para mais informações leia este artigo (em inglês).

Faça sua pergunta

error: ODONTOBLOGIA - 2008 - 2018