Tipos de prótese dentária: conheça todos e qual a melhor

Os Tipos de prótese dentária:

Muitos pessoas tem dúvidas quanto aos tipos de prótese dentária existentes atualmente. Os pacientes tem uma certa dificuldade de diferenciar as próteses dentárias pois utilizam a nomenclatura popular e é importante o cirurgião dentista orientá-los ao máximo sobre seus tipos, vantagens e desvantagens.

A utilização das próteses acontece quando você perde um ou mais dentes ou até quando resta somente a raiz do mesmo. A perda de dentes é uma situação muito desagradável pois pode causar a movimentação dos dentes adjacentes, reabsorção óssea vários outros problemas.

As próteses dentárias servem para restabelecer a função mastigatória, fonética e estética das pessoas. Nesse sentido, abaixo explicaremos de forma básica sobre os tipos de prótese dentária.

Prótese Total ou Dentadura

Prótese total é aquela que só é utilizada caso o paciente não possua mais nenhum dente em boca. Os dentes de “mentira” são feitos em acrílico e existem diversas cores, formatos e tamanhos que o cirurgião dentista escolhe conforme referências passadas pelo paciente.

A prótese total ainda faz parte da rotina de trabalhos do cirurgião dentista. Muitos brasileiros são desdentados totais e por não terem condições de realizarem uma prótese dentária com auxílio de implantes acabam optando pela mesma.

 

Prótese Total é um dos tipos de prótese dentária

Dentadura ou Prótese Total

Existem vários fatores que são decisívos para que a prótese total tenha sucesso. A técnica de confecção, condição dos rebordos remanescentes e habilidade do profissional. O passo-a-passo na confecção da prótese total é fundamental tanto da parte do dentista como do técnico no laboratório de prótese.

Prótese Parcial Removível (PPR – Roach)

A prótese parcial removível é aquela que é utilizada caso o paciente ainda possua um certo número de dentes em boca. As principais vantagens são a relação custo-benefício, reduzido desgaste em dentes hígidos bem como a fácil manutenção. Ela funciona com grampos, apoios, conectores e selas que tem desenhos e formatos específicos para cada caso.

Conforme a disposição dos dentes em boca existe uma classificação específica que determina o desenho que a prótese parcial removível terá. A liga metálica mais utilizada nestes tipos de prótese são as de cobalto-cromo (Co-Cr).

 

PPR - Roach

Prótese Parcial Removível – PPR

 

Prótese Flexível

A prótese flexível surgiu como uma alternativa as próteses parciais removíveis. A utilização de uma resina flexível tira a necessidade então dos grampos e demais estruturas feitas em metal o que melhora muito a estética.

As principais indicações das próteses flexíveis são:

  • Para pacientes idosos,
  • Como prótese provisória em casos de reabilitações,
  • Mantenedores de espaço, entre outros;

Somente uma avaliação criteriosa do cirurgião dentista vai definir se o paciente está apto a utilizar uma prótese flexível de fato.

 

Prótese Dentária Flexível

Prótese Flexível

 

Próteses Fixas (conhecidas também como coroas ou pontes)

Este tipo de prótese pode ser unitária quando ocorre um processo de cárie muito destrutivo ao dente ocasionando a inutilização da coroa. O dentista é obrigado a realizar o tratamento endodôntico (tratamento de canal) e utilizar um pino intraradicular para posteriormente cimentar a prótese unitária.

 

Prótese Fixa

Prótese Fixa Unitária

 

Existe a prótese unitária que não necessita do tratamento de canal. Em casos em que o paciente possui muitas restaurações em um único dente o mesmo pode ser desgastado ou “preparado”. Em seguida é feita uma coroa totalmente nova com um material cerâmico.

A prótese parcial fixa utiliza dentes pilares. Assim, quando você perde um ou mais dentes completamente os adjacentes que sobraram são desgastados. Este desgaste vai servir para que estes sustentem os que vão substituir o que você perdeu. Por isso é comumente chamada de “ponte” pois como uma ponte necessita de pilares de sustentação.

 

Ponte Fixa

Prótese Parcial Fixa – Ponte

 

Implantes Dentários

Os implantes são a melhor e principal alternativa em termos de prótese dentária. Como envolve um procedimento cirúrgico e protético o planejamento por parte do dentista deve ser minucioso. Os resultados são de fato excelentes. A prótese total também pode ser utilizada fixada com implantes (foto).

Para pesquisar sobre estudos científicos sobre os implantes dentários clique aqui.

Prótese sobre Implantes

 

Prótese Total sobre implante

Prótese Total sobre Implantes

Então, tirou todas as dúvidas? Não esqueça de utilizar os comentários.

87 Comentários

  1. maria de Lourdes souza Teixeira 22 de setembro de 2011
  2. Cristiane Croti 3 de Fevereiro de 2012
  3. Frank Botega 3 de Fevereiro de 2012
  4. LUIS BEZERRA 29 de Fevereiro de 2012
  5. WELLINGTON 26 de Março de 2012
  6. FLAVIO 10 de Abril de 2012
  7. adriana maria da silva 1 de setembro de 2012
  8. Frank Botega 15 de setembro de 2012
  9. amelia 22 de outubro de 2012
  10. patricia 20 de novembro de 2012
  11. cleiuza 7 de Janeiro de 2013
  12. Carol 14 de Maio de 2013
  13. cleide 23 de agosto de 2013
  14. ezio 22 de setembro de 2013
  15. Frank Botega 2 de outubro de 2013
  16. adilson 2 de outubro de 2013
  17. Frank Botega 6 de outubro de 2013
  18. CECILIA DOS SANTOS TAVARES 7 de outubro de 2013
  19. Roseli 9 de outubro de 2013
  20. Frank Botega 24 de outubro de 2013
  21. Enza 3 de novembro de 2013
  22. Elaine Felipe 6 de novembro de 2013
  23. Diogo 8 de novembro de 2013
  24. vera viana 26 de novembro de 2013
  25. Rosário 16 de dezembro de 2013
  26. Ana 11 de Janeiro de 2014
  27. sandra 17 de Abril de 2014
  28. sandra 17 de Abril de 2014
  29. SILVESTRE 18 de Abril de 2014
  30. arnaldo silva vieira 18 de Abril de 2014
  31. Denise Campos Victorino 21 de Abril de 2014
  32. angela 25 de Maio de 2014
  33. Frank Botega 31 de Maio de 2014
  34. Marcela Romão 1 de junho de 2014
  35. Tays Dias 8 de junho de 2014
  36. Frank Botega 10 de junho de 2014
  37. Frank Botega 10 de junho de 2014
  38. Frank Botega 10 de junho de 2014
  39. Frank Botega 10 de junho de 2014
  40. Frank Botega 10 de junho de 2014
  41. Frank Botega 10 de junho de 2014
  42. Frank Botega 10 de junho de 2014
  43. Eduarda rosa 3 de julho de 2014
  44. cleusa naximiano 11 de julho de 2014
  45. Frank Botega 22 de julho de 2014
  46. thomas 29 de agosto de 2014
  47. renata rodrigues 2 de setembro de 2014
  48. ROSEMARY SOUZA 11 de setembro de 2014
  49. tamara araujo 17 de setembro de 2014
  50. shirley 1 de outubro de 2014
  51. Frank Botega 3 de outubro de 2014
  52. Frank Botega 3 de outubro de 2014
  53. alexssandra 6 de outubro de 2014
  54. marcos 6 de outubro de 2014
  55. iara 11 de outubro de 2014
  56. Pedro 20 de outubro de 2014
  57. Vera 15 de Janeiro de 2015
  58. almir 28 de Fevereiro de 2015
  59. Rachel 2 de Março de 2015
  60. silas souza eustaquio 12 de Março de 2015
  61. Karen 18 de Março de 2015
  62. Frank Botega 29 de Março de 2015
  63. Frank Botega 29 de Março de 2015
  64. claudia feio ribeiro 29 de Abril de 2015
  65. Marcia 1 de Maio de 2015
  66. Silvio Porfirio 10 de junho de 2015
  67. Tania Rocha 15 de junho de 2015
  68. LAERTE 26 de junho de 2015
  69. Frank Botega 4 de julho de 2015
  70. grayce kelly 27 de julho de 2015
  71. andreia santos 17 de agosto de 2015
  72. Fatima Pessanha 18 de agosto de 2015
  73. Fatima Pessanha 31 de agosto de 2015
  74. Lilian 1 de setembro de 2015
  75. Fatima Pessanha 26 de setembro de 2015
  76. juliana 12 de novembro de 2015
  77. Thiago 18 de Janeiro de 2016
  78. Elisangela 16 de Março de 2016
  79. luiz 6 de Abril de 2016
  80. Rosely 19 de Abril de 2016
  81. Liege 5 de Maio de 2016
  82. Frank Botega 9 de junho de 2016
  83. Noemi 5 de julho de 2016
  84. Mara Bosi 26 de julho de 2016
  85. Paulo 5 de agosto de 2016
  86. Frank Botega 7 de setembro de 2016
  87. Débora 10 de setembro de 2016

Faça sua pergunta

error: ODONTOBLOGIA - 2008 - 2018